Nossos Objetivos

Oportunizar e dar condições para que as crianças desenvolvam suas capacidades para a formação plena por meio de ações pedagógicas, atividades lúdicas, desportivas e culturais.

Possibilitar aos e as estudantes o acesso as diversas formas de comunicação e linguagens oriundas de diferentes matrizes culturais, tais como: a Língua Pátria, o Iorubá, o Inglês, e o Espanhol.

Oferecer à comunidade ensino de qualidade, pautado na perspectiva decolonial, que contribua para o desenvolvimento humano das educandas e educandos

Saiba mais sobre a escolinha

“Educar-se é impregnar de sentido cada momento da vida, cada ato cotidiano.” -Paulo Freire

Agende uma visita!

Apoiadores

“O estudo da antiguidade clássica africana seria fundamental, com ênfase na civilização egípcia como base e esteio da posterior greco-romana e com referência à presença e influência da civilização africana-egípcia na Ásia, na Europa e na América antigas. Complementando essa abordagem, seria importante mostrar como a história dessa civilização foi distorcida e encoberta, sobretudo no aspecto do protagonismo negro, nas versões ainda hoje divulgadas de forma maciça na cultura popular e na academia. Igualmente importante seria a presença dos referenciais do conhecimento africano nas diferentes disciplinas e áreas de conhecimento, nas ciências exatas e nas humanidades.” (Texto extraído de entrevista realizada em 6 de fevereiro de 2018)

Dra. Elisa Larkin do Nascimento

Dra. Elisa Larkin do Nascimento

Presidente do Instituto de Pesquisas e Estudos Afro-Brasileiros

“O PPP deve contemplar as religiões de matriz africana, diversidade racial e regional valorizando o patrimônio cultural e imaterial de religiões de matrizes africanas e indígenas. A questão dos quilombos, comunidades indígenas, samba de roda, capoeira, acarajé, cientistas negros e negras. Uma coisa que a gente não fala né? A gente não sabe que a gente tem vários inventores negros e negras. A gente sabe muito pouco da nossa própria história, da revolta dos búzios, das mulheres negras que fizeram parte dessa história também.” (Trecho retirado de entrevista realizada 1 de fevereiro)

Dra. Livia Maria Santana e Sant’Anna Vaz

Dra. Livia Maria Santana e Sant’Anna Vaz

Promotora de Justiça do Ministério Público do Estado da Bahia
Veja mais apoiadores

MATRICULE JÁ SEU FILHO(A)!

Matrículas abertas a partir de 1 de agosto. As 40 primeiras crianças terão 20% de desconto no valor da matrícula.
Entre em contato!